Carregando...

sexta-feira, 3 de julho de 2015

O Brasil vive uma grave crise de credibilidade.


 O país está sem comando. A liderança política e econômica perdeu a nitidez na presidente Dilma.

Acidente deixa mais uma vítima fatal na serra que liga Vertentes a Taquaritinga do Norte


Do Blog PE mais.




Um acidente na manhã desta sexta-feira (03) chocou a população de Taquaritinga do Norte. Um homem conhecido como Niltinho Cabelereiro, muito popular na Dália da Serra, conduzia um veículo Gol quando foi surpreendido por um caminhão que transportava telhas. Segundo informações, o caminhão teve problemas nos freios e o motorista não conseguiu dominar o veículo, vindo a colidir com o carro dirigido por Niltinho.

O Samu foi acionado e chegou rapidamente ao local, mas Niltinho já estava sem vida , a policia fez o isolamento do local e o corpo de Niltinho foi levado para o IML de Caruaru. O acidente, que aconteceu por volta das oito horas da manhã deixou a população em clima de luto. Niltinho era uma pessoa muito alegre e querida na cidade. Confira imagens do acidente, enviadas através de Whatsapp:









 
Postado por PE mais às

Aniversariante do dia

Nossos parabéns apara Sheylla Silva que completa idade nova nesta data.

Aniversariante do dia

Nossos parabéns para Edinete Lima que faz aniversário nesta data.

Frase do dia

O Michel [Temer] entrou para tentar melhorar essa articulação política e está claramente sendo sabotado por parte do PT. A continuar desse jeito, o Michel deveria deixar a articulação política

Eduardo Cunha, PMDB-RJ, presidente da Câmara dos Deputados

Charge do dia


Eurofauna!



Josias de Souza




– Via Aroeira.

Da Coluna de Magno Martins

Racionamento brabo– Apesar das fortes chuvas que caem em toda a Região Metropolitana, o racionamento de água nos municípios não deverá ser alterado. Tudo porque a barragem de Botafogo continua com apenas 19,23% da sua capacidade. Com isso, os municípios de Olinda, Abreu e Lima e Paulista, atendidos diretamente pelo Sistema Botafogo, continuarão tendo o calendário mais duro em relação ao abastecimento, com intervalos de até três dias sem água.

Agente ganha teto– 
A prefeita de Arcoverde, Madalena Brito (sem partido), regulamentou, ontem, o piso nacional dos agentes comunitários de saúde do município. Foi só uma questão protocolar, pois a Prefeitura já vinha pagando o valor de R$ 1.014,00, faltando apenas transformar em lei. Com isso, a categoria passa a ter a garantia da aposentadoria com o valor do piso nacional e não do salário mínimo.

CURTAS

VERGONHA– Vinte e oito deputados mudaram os votos na polêmica sessão que aprovou uma nova versão da proposta que reduz a maioridade penal. Para assegurar a aprovação, O novo texto excluiu da idade penal de 16 anos os crimes de tráfico de drogas, lesão corporal grave e roubo qualificado. A versão anterior, que incluía esses três crimes, além de crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte, tinha sido rejeitada um dia antes.

FILIAÇÃO- O juiz Sérgio Moro, que vem botando a quadrilha da operação Lava Jato na cadeia, participa, hoje, do seminário internacional de jornalismo investigativo, que acontece em São Paulo, como principal palestrante da mesa “Combate à corrupção e acesso à informação”. O mediador será o jornalista Roberto D`Avila.

Perguntar não ofende: E Marta, que também fez juras de amor ao PMDB, desembarca no PSB?

Aqui é Brasil!




Duque é empossado no conselho da ABM

Postado por Magno Martins

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), foi empossado, na última quarta-feira, como Secretário Geral do Conselho Deliberativo da ABM – Associação Brasileira dos Municípios, em Brasília. O gestor do município também marcou presença no encontro de municípios com o ministro chefe da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, Pepe Vargas, o diretor da Secretaria de Assuntos Federativos, Gilmar Dominici, e o presidente da ABM, Eduardo Tadeu Pereira, onde foi discutido o aprimoramento do Pacto Federativo.

Segundo Duque, os debates acerca do aprimoramento do pacto federativo são extremamente importantes para as cidades pernambucanas, principalmente as do sertão, e para os gestores municipais, assim como o empenho para defender os pleitos de interesse do conjunto dos municípios. O evento foi realizado para compor a nova diretoria da ABM para o triênio 2015 – 2018.?

Indicação para Arpe só na volta do recesso da Alepe


Publicado  por Marcela Balbino


Paulo Câmara na abertura da XVI Fenearte. Foto: Dayvison Nunes/JC Imagem.

Sem presidente desde abril último, a Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe) deve ganhar nova diretoria em agosto, logo após o fim do recesso dos deputados da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). As especulações de bastidores ganharam corpo e a indicação do prefeito de São Lourenço da Mata, Ettore Labanca (PSB), já é tida como certa. Na abertura da Fenearte, nesta quinta-feira (2), o governador Paulo Câmara (PSB) afirmou que vem travando diálogos com o correligionário e que as etapas devem ser concretizadas na volta do recesso do legislativo.

Admitindo atrasos no processo de escolha, o governador ponderou que está empenhado na construção de uma “equipe forte” para atuar à frente da Agência.

“Temos o desafio de fazer com que a Arpe cumpra cada vez mais os seus objetivos, tudo o que foi pensando na época de sua criação e tudo o que ela aprimorou nos últimos anos. Já conversei com as pessoas para a montagem de uma equipe forte, que acompanhe de perto a regulação dos serviços públicos que precisam ser devidamente acompanhados”, afirmou.

Após a indicação, o escolhido precisa passar por uma sabatina com os deputados na Alepe. “A Arpe não é um cargo que apenas o governador decide. A indicação requer algumas etapas. Sabemos que demoramos, mas vamos recuperar o atraso”, declarou Câmara.

A saída do ex-presidente da Arpe Roldão Joaquim (PDT) foi bem conturbada. Antes de deixar o posto, Roldão convocou uma entrevista coletiva para criticar o esvaziamento e sucateamento do órgão. Segundo ele, várias atribuições foram retiradas e houve pouco esforço do governo em investir na estrutura e qualificação.

Da Coluna de Inaldo Sampaio


PSB terá mais dois senadores
Postado  por Inaldo Sampaio

Coluna Fogo Cruzado –
A bancada do PSB no Senado deverá ser reforçada com a adesão da ex-petista Marta Suplicy e da ex-tucana Lúcia Vânia

Malgrado o fracasso da fusão com o PPS, o PSB deverá receber a adesão dos senadores Marta Suplicy e Lúcia Vânia, a primeira eleita pelo PT e a segunda pelo PSDB. Marta desligou-se do PT em abril passado após uma militância de mais de 30 anos nos quadros do partido ao lado do ex-marido, Eduardo Suplicy, não reeleito para o Senado em 2014. E Lúcia desfilou-se do PSDB no último mês de junho por não ter tido apoio partidário para a 1ª secretaria do Senado na chapa encabeçada por Renan Calheiros. Com essas duas novas adesões, o PSB terá uma bancada de oito senadores, dos quais pelo menos dois deverão disputar a prefeitura de suas respectivas capitais: Marta a de São Paulo e Romário a do Rio de Janeiro. No mais, o PSB continua à procura de um líder para substituir Eduardo Campos, já que o atual presidente do partido, Carlos Siqueira, não detentor de mandato eletivo, está longe de igualar-se à figura do seu antecessor.

Só depois do recesso

O prefeito de São Lourenço, Ettore Labanca (PSB), já combinou com Paulo Câmara como se dará sua nomeação para a presidência da Arpe (Agência Reguladora de Pernambuco). Após o recesso do mês de julho, o governador enviará a mensagem à Assembleia Legislativa propondo o nome dele para o cargo e imediatamente a Comissão de Justiça marcará a data da sabatina. Aprovado na CCJ, Labanca renunciará ao mandato de prefeito e tomará posse no novo cargo.

Tropeço – Ninguém no Recife desconhece a longa militância de João Paulo (PT) em defesa das camadas mais humildes da população. Mas, como prefeito da capital em dois mandatos, ele cochilou no quesito “educação”. Aplicou 20,74% da receita em 2005, 22,28% em 2006, 23,70% em 2007 e 21,86% em 2008. Quando o mínimo que a Constituição Federal determina é 25%.

Queda – Manoel Dias pode até ser afastado do Ministério do Trabalho por pressão da bancada federal do PDT, mas Wôlney Queiroz (PE) não moverá uma palha para tentar tirá-lo do cargo.

Reforço – Após ter acusado a SDS de dar as costas para Jaboatão na área de segurança pública, o prefeito Elias Gomes (PSDB) decidiu reforçar a guarda municipal com mais 100 homens.

Expansão – Sem medo da crise, as Lojas Americanas estão abrindo mais duas unidades aqui em PE: Camaragibe e Santa Cruz do Capibaribe, elevando para 45 o total de lojas no Estado.

Sintonia – O senador Paulo Paim estará hoje na Assembleia Legislativa para participar de uma audiência pública sobre as terceirizações. Pelo menos nesse particular, ele e o partido a que pertence (PT-RS) têm o mesmo ponto de vista: são contra. Já em relação ao ajuste fiscal proposto por Dilma ao Congresso, o voto do senador foi “não”.

Pacto – Áureo Cisneiros, presidente do Sinpol, pôs em dúvida os números divulgados pela SDS sobre a queda de homicídios em Pernambuco de janeiro a junho deste ano. Pela contabilidade da Secretaria, foram assassinadas nesse período 1.884 pessoas. Mas, pelos cálculos feitos pelo Sindicato, o saldo é um pouco maior: 1.921 vítimas.

Recesso – A Comissão Mista do Orçamento (Congresso Nacional) aprovou ontem o relatório do deputado Ricardo Teobaldo (PTB-PE) sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016. O prazo para apresentação de emendas se estenderá até o próximo dia 9. Cada deputado ou senador poderá apresentar até três emendas, assim como as bancadas estaduais. A Comissão deverá votar a LDO antes do recesso parlamentar.

Presídio – Chegou aos ouvidos de Romário Dias (PTB) que a empresa que fazia o presídio de Itaquitinga mediante PPP (parceria público-privada) não abandonou a obra por ter “quebrado” e sim por pressão que teria recebido de setores do governo estadual. O deputado está curioso para saber onde está a verdade e por isso requisitou cópia do contrato da PPP celebrado entre o Governo do Estado e a Advance Construções.

Lula bate em Mercadante, Cardozo e Rossetto


Josias de Souza

Em sua passagem por Brasília, no início da semana, Lula deixou um rastro de críticas a três ministros de Dilma Rousseff. Bateu nos petistas Aloizio Mercadante (Casa Civil), José Eduardo Cardozo (Justiça) e Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência). Para Lula, a tróica não está à altura dos desafios que a conjuntura impõe ao governo.

A aversão a Mercadante era conhecida. O adensamento da lista de desafetos revela o grau de insatisfação de Lula com a desenvoltura da PF, subordinada a Cardozo, e com a falta de conexão do governo com os chamados movimentos sociais, atribuição de Rossetto. Submetidos aos comentários de Lula, caciques do PMDB concordaram integralmente com ele.

Líder do PT iguala Cunha a generais ditadores


Josias de Souza

O senador pernambucano Humberto Costa, líder do PT, subiu à tribuna para criticar o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, do PMDB. Ele foi duro. Referiu-se à manobra regimental que levou à aprovação da emenda que reduz a maioridade penal como “uma das maiores violações institucionais perpetrados contra a Constituição Federal na nossa história.”

Na sequência, o senador petista como que enfiou um quepe na cabeça de Eduardo Cunha. “Paralelo igual talvez só tenha sido registrado no período da ditadura militar, quando as leis existiam apenas para serem usadas em favor dos generais de plantão e, se não atendiam aos seus interesses, eram torturadas até que os servissem como eles desejavam.”

O senador disse que Eduardo Cunha, “agindo como um déspota, colocou em votação uma matéria derrotada no dia anterior, simplesmente porque não aceitou ser vencido pela vontade soberana do plenário.'' Acrescentou: “O presidente da Câmara e seu grupo sectário cometeram essa atrocidade institucional, movidos pelo desejo de encarcerar adolescentes.”

Humberto disse estranhar que o PSDB tenha se aliado a Cunha. “É incompreensível que os deputados tucanos tenham se perfilado, obedientemente, ao obscurantismo da Câmara e, esmagadoramente, anuído com a violência constitucional para impor à sociedade o encarceramento da juventude.”

De resto, o senador afirmou que espera que o STF derrube a decisão da Câmara: “Eu espero sinceramente que, antes mesmo de essa barbaridade chegar ao Senado, […] o Supremo Tribunal Federal exerça o seu papel de guardião da Constituição e impeça a marcha desse equívoco legislativo. Se assim proceder, o STF não estará fazendo qualquer ingerência indevida sobre o Poder Legislativo. Antes de tudo, ele estará preservando o Congresso de uma vergonha histórica.”

Líder tucano prevê posse de Cunha, após cassação de Dilma e de Temer no TSE


Josias de Souza

Em discurso feito na tribuna do Senado na noite passada, o senador paraibano Cássio Cunha Lima, líder do PSDB, tratou Dilma Rousseff como uma presidente em estado terminal. Lembrou que o empreiteiro-delator Ricardo Pessoa, dono da UTC, vai depor em 14 de julho na ação em que o TSE investiga se houve irregularidades na campanha da presidente petista. E relatou o cenário esboçado pelo tucanato:

“Acreditamos firmemente que, já no próximo semestre, haverá o julgamento que poderá cassar o diploma da presidente Dilma Rousseff e o do vice-presidente Michel Temer. Assume, pelo comando constitucional, por três meses, o presidente da Câmara.” Nesse vaticínio, Eduardo Cunha teria 90 dias para convocar novas eleições, como prevê a Constituição para os casos de interrupção dos mandatos executivos nos primeiros dois anos de governo.

“O que o PSDB defende são novas eleições”, afirmou Cunha Lima. “O próprio ex-presidente Lula poderá disputar. Ele vai poder se submeter à soberania do povo brasileiro. É isto o que nós queremos: novas eleições.”

Cunha Lima foi à tribuna para rebater críticas que o líder do PT, senador Humberto Costa, fizera mais cedo. Irritado com o apoio do PSDB às manobras regimentais patrocinadas por Eduardo Cunha para aprovar a redução da maioridade penal na Câmara, Humberto dissera que o tucanato rendera-se à tática do “quanto pior, melhor”, abandonando inclusive o apreço que tinha pela responsabilidade fiscal. “Virou agora um grupo que vota por medidas de estouro das contas públicas e que aplaude pautas que se propõem a levar o país à bancarrota.”

Em resposta, o líder tucano insinuou que falta nexo ao seu antagonista. Recordou que na véspera, ali mesmo, no plenário do Senado, fora aprovado por unanimidade o projeto que concede aos servidores do Judiciário reajuste médio de 59,5%. O custo para o Tesouro foi estimado em mais de R$ 25 bilhões em quatro anos. Todos sabem que Dilma terá de vetar. A despeito disso, Humberto foi ao microfone para liberar os votos da bancada do PT.

“Durante toda a sessão, e ela foi transmitida ao vivo pela TV Senado, o senador Humberto Costa e outros membros do PT encaminharam contra a matéria, dizendo que ela teria um grande impacto. Surpreendentemente, na hora de votar a matéria […], qual foi o encaminhamento que o líder do PT no Senado, Humberto Costa, fez? Liberou a bancada. Tanto é que o placar registrou 62 votos ‘sim’ e nenhum voto ‘não’. Está registrado.”

“Na prática”, ironizou o líder tucano, “o PT contribuiu para que a matéria que ele disse que era uma irresponsabilidade fosse aprovada à unanimidade.” Cunha Lima atribuiu as críticas de Humberto ao desespero. E parafraseou seu pai, Ronaldo Cunha Lima, dedicando ao governo petista um raciocínio que era dirigido ao regime militar. “O governo do PT não será derrubado, porque ele não é uma estrutura, ele será limpo com benzina, porque é uma mancha.”

Como se vê, está encarniçado o embate no Senado.

Dilma age para garantir Temer na articulação


Josias de Souza

Dilma Rousseff mal aterrissou em Brasília e já chamou Michel Temer para uma conversa. Encontraram-se no início da noite desta quinta-feira. O vice-presidente preparava-se para levantar voo rumo a São Paulo. Teve de retardar o embarque. Deve-se a urgência de Dilma à preocupação com o risco de Temer lhe devolver o título de articulador político do governo. A presidente quer evitar.

Conforme noticiado aqui, a hipótese de Temer deixar a articulação foi discutida num encontro que ele manteve com caciques do PMDB há dois dias. Afora o desgaste de fazer política em nome de um governo com a popularidade em queda, concluiu-se que os acordos firmados por Temer no Congresso não estão sendo honrados pelo governo. Retiveram-se as nomeações e as verbas orçamentárias.

Temer recebeu de Dilma a garantia de que os acertos serão honrados. Estava ao lado do ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil), um dos alvos preferenciais da caciquia do PMDB.

Para complicar, Eduardo Cunha, o peemedebista que preside a Câmara, enfiou atuação de Temer no meio da briga que cultiva com petismo. Cunha acusou o PT de “sabotar” o vice-presidente. E sapecou: “Se continuar desse jeito, o Michel deveria deixar a articulação política.''

A manifestação de Cunha não estava combinada. Pelo telefone, ele se justificou com Temer. Disse que precisava reagir diante dos ataques que recebeu por ter repetido a votação da emenda sobre maioridade penal, derrotada na véspera. Ainda com a língua em riste, Cunha planejava novo bombardeio, dessa vez contra o PT do Senado.

O presidente da Câmara se irritara com um discurso no qual Humberto Costa, líder do PT no Senado, o chamara de déspota, comparando-o aos generais da ditadura. Coube a Temer o papel de bombeiro. Disse ao correligionário que, na condição de vitorioso, não ganharia nada comprando briga com o senador petista.

Cunha não é de deixar para amanhã o ataque que pode desferir hoje. Porém, até o final da madrugada desta sexta-feira, não havia atacado Humberto Costa nem no Twitter, sua trincheira preferida.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Terra tremeu em Caruaru

Abalo sísmico desta tarde foi de 2.2 na escala Richter


Dois abalos sísmicos foram sentidos na tarde desta terça (30), em Caruaru. De acordo com informações do Departamento de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o primeiro evento foi registrado às 16h49, atingindo 2.2 na escala Richter. O segundo foi seguido, mas não teve registro. As informações são de Jaciara Fernandes.



Do blog do Vanguarda.



Ações marcam aniversário de Afogados


Postado por Magno Martins



Em comemoração aos 106 anos de emancipação de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, o governador Paulo Câmara, o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, e o secretário de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral, participaram, na manhã de ontem, da solenidade de hasteamento de bandeiras e da inauguração de um Centro de Comercialização de Animais, localizado próximo a divisa com Canaíba.

O novo espaço contará com um escritório da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), que atuará todos os sábados (dia de feira), das 5h às 13h, na fiscalização e emissão de Guia de Trânsito Animal (GTA). Por feira serão comercializados, em média, 400 animais de origem bovina, caprina e suína. "Viemos aqui para parabenizar Afogados e para entregar esse Centro que é fruto de uma parceria bem sucedida, bem executada. Feita com os recursos do povo para o povo" destacou o governador Paulo Câmara.

Na ocasião também foi assinada una ordem de serviço para o início da construção de um Centro de Reabilitação Física e Motora, fruto de convênio firmado entre a Prefeitura e o Ministério da Saúde. "É muito gratificante ver que os recursos que estão sendo investidos pelo Governo do Estado nos municípios vêm sendo aplicados de maneira responsável, beneficiando diretamente a população" assegurou Mota.

O prefeito da cidade, José Patriota, foi o anfitrião das atividades, que contou, ainda, com a presença dos secretários de articulação política da Casa Civil e de Imprensa, Anchieta Patriota e Ennio Benning, respectivamente, do Líder do Governo na Alepe, Waldemar Borges, da gerente geral da Adagro, Erivânia Camelo, do presidente do Prorural, Aldo Santos, e de diversos gestores municipais.

Wolney descarta aliança com os Lyra


Postado por Magno Martins
 
Do Blog do Mário Flávio

O deputado federal Wolney Queiroz (PDT) comentou, hoje, em uma emissora de rádio de Caruaru, detalhes da reunião que teve com o governador Paulo Câmara (PSB). Wolney negou que tenha tratado da eleição de 2016 com Paulo.

De acordo com o deputado, foi discutido na reunião de que forma o PDT pode participar, de forma ativa, do governo do PSB em Pernambuco. Ele disse que uma reunião no mês que vem, com o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, vai facilitar o ingresso do PDT na base do governo.

No entanto, Wolney confirmou que teve uma conversa com o secretário e um dos braços direito de Paulo Câmara, Antônio Figueira, que o grupo liderado por ele e pelo prefeito José Queiroz, não quer mais aliança com o ex-governador João Lyra, a quem Wolney atribuiu fazer oposição radical ao prefeito de Caruaru.

Hospitais universitários recebem R$ 100 mi


Postado por Magno Martins



O Ministério da Saúde disponibilizou R$ 100 milhões para a ampliação ou melhoria do atendimento realizado em 49 hospitais universitários de todo o país. A medida vai beneficiar 35 municípios de 24 estados. O recurso faz parte das ações do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF), desenvolvido e financiado em parceria com o Ministério da Educação. A Portaria nº 879, que autoriza o recurso, foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U).

Os valores passados são definidos de acordo com indicadores e metas de desempenho de cada hospital. Esse montante, pago em parcela única, vai reforçar o orçamento das instituições universitárias que comprovaram o cumprimento das metas de qualidade relacionadas a porte e perfil de atendimento, capacidade de gestão, desenvolvimento de pesquisa e ensino e integração à rede do Sistema Único de Saúde (SUS) local.

Com esse incentivo, os hospitais universitários podem adquirir equipamentos, realizar pequenas reformas, comprar materiais, entre outras ações, conforme a necessidade e planejamento da instituição. De 2010 a 2014, o Ministério da Saúde destinou mais de R$ 2,3 bilhões aos hospitais universitários de todo o país.

Além dos recursos do REHUF para reestruturação e revitalização dos hospitais universitários, o Ministério da Saúde já repassou, somente em 2015, R$ 735,4 milhões de incentivo para estes estabelecimentos. Os hospitais universitários são vinculados às instituições de ensino superior do Ministério da Educação, responsável pelo pagamento e contratação dos profissionais. Em Pernambuco, o Hospital Universitário Dr. Washington A. de Barros, em Petrolina, irá receber R$ 1.885.468,88 e o Hospital das Clínicas De Pernambuco, R$ 3.181.155,31.

O povo tem razão Gravatá do Ibiapina está abandonada



Ana Luiza Curvelo se sentindo indignada em Gravatá Do Ibiapina

Não posso deixar de expressar minha indignação na situação que nossa comunidade se encontra, "ABANDONADA" infelizmente não temos a quem recorrer apenas a proteção de Deus. Somos vitimas da falta de segurança vivemos amedrontados com as ondas de assaltos, que já virou rotina. Para completar estamos a 8 dias sem energia pública em algumas ruas, a companhia de fornecimento de energia a cada ligação que fazemos dá um prazo indeterminado para resolver o problema. Então nos perguntamos onde está nossos representantes?(isso é que exista), os órgãos públicos? os administradores? os gestores públicos ? será que estas pessoas só sabem olhar para uma localidade em épocas de eleições?