Carregando...

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

PSD ELEGE 2 GOVERNADORES, 2 VICES E 37 DEPUTADOS FEDERAIS. é O 4º MAIOR DO BRASIL



Raimundo Colombo e Robinson Faria vão administrar Estados que respondem por 5% do PIB

O PSD consolidou, nas eleições de segundo turno deste domingo (26), sua condição de quarta força política brasileira. O partido, que já havia saído consagrado do primeiro turno, no dia 5 de outubro, ao acumular um patrimônio de 21 milhões de votos conferidos aos seus candidatos em todo o Brasil, elegeu mais um governador – Robinson Faria, no Rio Grande do Norte – e dois vice-governadores – José Paulo Cairoli, no Rio Grande do Sul, e Renato Santana, no Distrito Federal. No primeiro turno, o PSD já havia vencido a eleição para o governo de Santa Catarina, com Raimundo Colombo.

Segundo levantamento feito pelo jornalista Reinaldo Azevedo, comentarista da rádio Jovem Pan, de São Paulo, Raimundo Colombo e Robinson Faria o partido vai administrar Estados que respondem por 5% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro – 4,1% de Santa Catarina e 0,9% do Rio Grande do Norte.

Nas eleições para cargos legislativos – Senado, Câmara Federal e Assembleias estaduais – o resultado não foi menos expressivo.

Para o Senado, o partido recebeu mais 4,3 milhões de votos e elegeu dois candidatos – Otto Alencar, da Bahia, e Omar Aziz, do Amazonas. Eles se juntarão a Sérgio Petecão, do Acre, que até este ano era o único representante pessedista na Casa. A bancada do PSD no Senado ainda ganhará o reforço de Hélio José da Silva Lima, suplente que assumirá a vaga deixada por Rodrigo Rollemberg (PSB), governador eleito do Distrito Federal.

Na disputa pelas cadeiras da Câmara Federal o PSD elegeu 37 deputados em 17 Estados. Foram eleitos dois deputados federais no Amazonas, quatro na Bahia, um no Distrito Federal, dois em Goiás, três em Minas Gerais, três no Pará, um na Paraíba, um em Pernambuco, um no Piauí, um no Paraná, seis no Rio de Janeiro, um no Rio Grande do Norte, um no Rio Grande do Sul, três em Santa Catarina, um em Sergipe, cinco em São Paulo e um no Tocantins. O partido recebeu, entre nominais e na legenda, quase 6 milhões de votos para a Câmara Federal.

Também nas Assembleias Legislativas dos Estados o partido teve excelente desempenho, como revelou recente levantamento feito pelo jornal Estado de Minas. Hoje é a quarta força do País, com 70 deputados.
 
ANDRÉ DE PAULA SENDO OUVIDO POR  EDUARDO CAMPOS E 
KASSAB, PLANOS QUE DERAM CERTO!

Foto arquivo do blog(google).

DEPUTADO ANDRÉ DE PAULA DEFENDE PL QUE PROÍBE DESCARTE DE LIXO EM ÁREA PÚBLICA




Na manhã desta quarta-feira, 29, a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados aprovou o Parecer do Projeto de Lei nº 5.089, de autoria da deputada Liliam Sá (PROS/RJ), que dispõe sobre a vedação de descarte de lixo em praias, rodovias, rios, ruas, praças e logradouros públicos. O deputado André de Paula é o relator do PL.


Segundo André, o lançamento de lixo pela população em logradouros públicos é um problema que precisa ser enfrentado de forma mais efetiva pelos poderes públicos, já que, sem nenhum constrangimento, grande parte da população joga lixo nas ruas, nas praias e nas praças.


“Esse lixo contamina o meio ambiente, prejudica a saúde, coloca em risco a flora e a fauna, entope os sistemas de drenagem das cidades, causando ou intensificando os alagamentos em dias de chuva, além de sobrecarregar, desnecessariamente, os serviços de limpeza pública, que são financiados com os impostos pagos por todos os cidadãos; esses mesmos impostos poderiam ser direcionados a outras atividades caras à população, como educação, saúde ou transporte”, destaca o deputado.


André também ressalta que nas grandes cidades litorâneas, por exemplo, chama atenção o volume de lixo que é recolhido diariamente das praias intensamente frequentadas, e que nas cidades litorâneas menores, onde não há coleta de lixo, o resultado é desastroso. “Em algumas cidades do litoral brasileiro, cuja economia está fortemente vinculada ao turismo, o visitante pode ser obrigado a caminhar pelas praias fugindo do lixo que se acumula na orla. Para citar um outro exemplo também corriqueiro, o lixo é frequentemente atulhado nas margens de rodovias de todos país e incorporado à sua paisagem. Esse tipo de conduta revela um lamentável déficit de cidadania”, lamenta.


O deputado acredita que para reverter essa situação é fundamental informar e educar as pessoas, mas avalia que a educação vai demandar um longo tempo para produzir resultados efetivos e, isoladamente, não vai resolver o problema. “É importante, nesse caso, combinar a educação com uma ação mais efetiva dos poderes públicos, mediante a fiscalização e a penalização, por meio de multas. Esse tipo de política já vem sendo adotada em muitos lugares do mundo, sempre com resultados positivos. Por essa razão, estamos de total acordo com o que propõe o PL 5.089”, argumenta André de Paula.


Resíduos Sólidos


Vale lembrar que há menos de quatro anos, a Câmara aprovou a Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos (nº 12.305, de 2010) que, entre outras, proíbe a destinação ou disposição final de resíduos sólidos ou rejeitos em praias, no mar ou em quaisquer corpos hídricos; o lançamento in natura a céu aberto, excetuados os resíduos de mineração, e a queima a céu aberto ou em recipientes, instalações e equipamentos não licenciados para essa finalidade.

BANCO DO BRASIL ANALISA ÁREA DO MODA CENTER ONDE UMA AGÊNCIA PODERÁ SER INSTALADA



.
Nesta terça-feira (28), o Síndico do Moda Center Santa Cruz, Allan Carneiro, juntamente com o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Bruno Bezerra, receberam representantes da Superintendência Estadual do Banco do Brasil para análise do espaço onde poderá ser instalada uma agência do banco no centro de compras.
/
Estiveram na visita técnica o Gerente de Administração da Superintendência Estadual do BB, José Antônio Mendonça; a Assessora da Superintendência, Rosangela Prado; a Arquiteta Denise Meireles; o Assessor de Segurança, Sérgio Santos; além da Gerente do Banco do Brasil de Santa Cruz do Capibaribe, Elisangela Almeida.
.

/
O Gerente Geral do Moda Center, Carlos Henrique Pereira; o gerente de Segurança, Walmir Silva; e o gerente de Logística, George Henrique Pinto, apresentaram a estrutura do Moda Center aos executivos do banco.
/

Caso seja aprovada, a agência do Banco do Brasil representará um grande avanço para os clientes e empreendedores do Moda Center, que dispõem de apenas uma agência no município para atender a demanda que aumenta a cada dia com o crescimento econômico do Polo de Confecções.

Informações da Assessoria.

DO BLOG DE NEY LIMA.

CHARGE DO DIA

A charge de Chico Caruso

Charge (Foto: Chico Caruso)

LULA: NUVENS NEGRAS PARA DILMA



  Dois dirigentes do PT que conversaram com Lula nesta semana ouviram dele que Dilma enfrentará uma equação política complicada no segundo mandato, com quatro anos difíceis, de "muita tensão". Petistas avaliam que faltou habilidade à presidente ao propor o plebiscito da reforma política. "Dá a sensação de que ela não aprendeu a falar com o Congresso", diz um aliado.

Lula avisou que pretende convocar uma reunião com parlamentares e dirigentes do PT nos próximos meses para discutir a renovação do partido. Até a reforma do estatuto petista está na mira do ex-presidente.

Uma das preocupações de Lula é a redução da bancada de sindicalistas do PT neste ano. Ele disse a aliados que o partido precisa se reaproximar de seu berço: as lutas trabalhistas. (Da Folha de S.Paulo - Bernardo Mello Franco).

REFORMA POLÍTICA: VEJA O QUE PODE MUDAR OU NÃO O QUEDRO



O que mudaria na vida dos brasileiros se fosse feita uma reforma política? O assunto entrou em pauta assim que a presidenta Dilma Rousseff discursou logo após a sua reeleição ser confirmada neste domingo. “[Durante a campanha], a palavra mais dita, mais falada, mais dominante foi mudança. O tema mais amplamente evocado foi reforma. A primeira e mais importante deve ser a reforma política”, afirmou. O caminho para efetivá-la seria realizar uma consulta popular.

O debate é cascudo e parece distante da população em geral. Mas, dependendo da proposta aprovada, pode colocar fim à reeleição, mudar a forma como os deputados e vereadores são eleitos e determinar o final do financiamento de campanha feito por empresas privadas, que abre brecha para a corrupção. (Do El País - Marina Rossi)

COLUNA DE MAGNO MARTINS

Coluna da quinta-feira



Uchoa quer ser penta

Nos corredores da Assembleia o nome do deputado Aluízio Lessa, da bancada do PSB, é apontado como o preferido do governador eleito Paulo Câmara para presidir o Legislativo na nova legislatura, biênio 2015-16. Lessa, entretanto, já conta com um concorrente de peso, que vem se articulando nos bastidores e ontem, no Frente a Frente, assumiu que é candidato.

Trata-se do presidente Guilherme Uchoa (PDT), que, se eleito, conquistará o seu quinto mandato consecutivo, ou seja, 10 anos no comando da Casa. “Se o cavalo passar selado eu monto”, disse o parlamentar pedetista. Segundo este blogueiro apurou, Uchoa já teria, hoje, o apoio de 21 dos 49 dos deputados.

Ele estaria tentando atrair o apoio dos 18 novos deputados eleitos para consolidar de vez o seu favoritismo. Diante disso, Câmara terá que negociar com Uchoa antes mesmo de manifestar simpatia por Lessa, para tentar retirar o atual presidente do processo ou apoiar sua quinta reeleição.

Na entrevista, Uchoa diz que não vê nenhum tipo de impedimento para permanecer presidindo a Assembleia Legislativa, até porque, segundo ele, há precedentes de Estados em que ocorreu o mesmo, a permanência de um mesmo presidente no cargo por cinco mandatos, que foi o Ceará.

“Além disso, estamos concluindo uma nova e moderna sede do Legislativo, implantamos uma política arrojada para melhorar as condições dos servidores e promovemos um concurso para preenchimento de 100 cargos”, disse. Uchoa botou o bloco na rua, mas não deve radicalizar.

Teria revelado a aliados que não será impedimento para o Governo, descartando a possibilidade de vir a bater chapa com um eventual candidato indicado pela base, com o aval do governador eleito Paulo Câmara, que deve começar as articulações tão logo retorne da viagem à Roma.

DERROTA– A prioridade da oposição na primeira batalha de 2015, a eleição para a presidência da Câmara, é derrotar Dilma, relata Ilimar Franco, de Brasília. Seus líderes acham que isso é mais importante do que lançar um candidato para marcar posição. Os tucanos apostam na disputa entre o PT e o PMDB, e na voracidade petista. O candidato pode ser da base aliada do governo, desde que ele se comprometa a não ser subalterno ao Planalto.

Missão palaciana– Marcos Arraes, filho do ex-governador Miguel Arraes, está reaproximando o publicitário Ângelo Melo, da Aporte Comunicação, do governador João Lyra. No jantar da abertura do festival gastronômico, anteontem, nas Princesas, Melo foi ciceroneado pelo herdeiro de Arraes.

Nem a 232–
  O governador João Lyra chega na reta final do seu Governo sem conseguir uma marca. Nem também iniciar obras novas ou pelo menos destravar o processo jurídico em Brasília que impede a manutenção da BR-232. Duplicada na gestão de Jarbas, a estrada está há quase 10 anos abandonada e esburacada.

Santo de casa– Não foi só Aécio Neves que perdeu em sua terra. Dilma levou a pior também no Rio Grande do Sul. Na província, Raquel Lyra, filha do governador João Lyra, não conseguiu ser majoritária em Caruaru, sua principal base. Em São Lourenço, Vinicius Labanca não foi majoritário, apesar das obras da Copa e dos investimentos federais.

Grito de alerta– 
O secretário estadual de Agricultura, Aldo Santos, garante que o Estado está monitorando o drama da seca nos 54 municípios em estado de emergência decretado pela União. Afirma que existem, hoje, 900 carros-pipas em operação pagos pelo Estado, enquanto a União não se manifesta pelo aumento da sua frota subsidiada pelo Exército.

CURTAS

CUSTO– O novo prédio da Assembleia Legislativa, que o presidente Guilherme Uchoa garante que estará funcionando a partir de janeiro, custou R$ 36,3 milhões. Segundo ele, agora o parlamento pernambucano terá uma “Casa decente e moderna”.

REAÇÃO– Os aliados nordestinos do tucano Aécio Neves reagem à acusação de que a região deu a vitória à presidente Dilma. “É uma simplificação. Tem que fazer uma reflexão mais profunda”, protesta o líder do DEM, Mendonça Filho.

Perguntar não ofende: Qual vai ser a marca do Governo João Lyra?

'Ouvi, filhos, a instrução do pai, e estai atentos para conhecerdes a prudência'. (Provérbios 4-1)

BETO ALBUQUERQUE NÃO ACREDITA EM "DIÁLOGO" COM DILMA





O deputado federal Beto Albuquerque, líder do PSB na Câmara, afirmou ontem, que não é sincera a disposição da presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) de dialogar com todas as forças políticas. “Se fosse para pedir desculpas pelas mentiras e calúnias, pelas inverdades que foram desferidas a nós ao longo da campanha, até valeria a pena sentar e conversar, mas não acredito que seja sincero por parte da Dilma esse tipo de manifestação. Acho que ela tem de tratar de governar com seus aliados e cumprir as suas tarefas”, afirmou em entrevista, antes de participar de reunião do diretório estadual do PSB, na capital gaúcha. Na ocasião, ele foi presidente do PSB gaúcho.

O deputado gaúcho, que foi candidato a vice na chapa de Marina Silva, é o atual líder do seu partido na Câmara, mas ficará sem mandato a partir de janeiro. Provavelmente, participará da administração do governador eleito no Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), aliado do PSB no Estado.

Beto se disse surpreso pela informação de que o presidente executivo do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, estaria entre os nomes defendidos pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para comandar o Ministério da Fazenda no novo mandato de Dilma, conforme reportagens publicadas nos últimos dias. “Afinal, éramos nós que tínhamos a proposta de entregar o governo aos bancos? Ou é o PT que depois da eleição volta a se encontrar com os bancos, que foram os que mais ganharam dinheiro ao longo dos 12 anos de governo petista”, questionou.
 
DO BLOG DE MAGNO MARTINS. 

MEIRELLES AINDA TEM CHANCES DE LEVAR A FAZENDA

Presidente do Banco Central durante os oito anos do governo Lula, período marcado por inflação controlada, acúmulo de reservas internacionais, confiança em alta e forte crescimento econômico, Henrique Meirelles ainda tem chances de retornar ao governo; desta vez, no Ministério da Fazenda, com total autonomia; Meirelles é o candidato número 1 de Lula e de lideranças petistas que fazem parte do seu círculo mais próximo; a brincadeira que se faz entre os lulistas é que Meirelles representaria o "dólar a R$ 2", enquanto Aloizio Mercandante, outro potencial concorrente, o "dólar a R$ 3"; caso o escolhido seja Nelson Barbosa, a situação melhoraria, mas ainda com o "dólar a R$ 2,50"; presidente Dilma, que descansa em Aratu (BA), reflete sobre as alternativas.
 
DO PORTAL BRASIL 247

PRISCILA: GOVERNO DE JARBAS FOI UM DIVISOR DE ÁGUAS

Publicado por Alex Ribeiro


Democrata afirmou que Pernambuco cresceu nos últimos oito anos(Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco)

A deputada estadual eleita Priscila Krause (DEM) atribui o crescimento econômico de Pernambuco não só as últimas administrações do PSB, como também a gestão de Jarbas Vasconcelos (PMDB), que esteve à frente do Estado entre os anos de 2002 e 2006. A afirmação da democrata vai de encontro as análises dos socialistas que relevam o o governo de Eduardo Campos (PSB) como o único responsável pelo desenvolvimento de Pernambuco nos últimos anos.

“Eu não admito falar de oito anos. Você teve um governo divisor de águas que foi de Jarbas Vasconcelos. Governo Jarbas e Mendonça. Você tem um Pernambuco crescente nos últimos 20 anos”, frisou a parlamentar, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, nesta quarta-feira (29).

“Ele foi eleito com maior votação do País. Numa eleição expressiva e cheia de significados. De gratidão de pessoas a Eduardo Campos até colocar para ele o peso de responsabilidade que não sei se a gente pode mensurar isso ainda”, disse.

A democrata também relatou que não acredita no veto de verbas da presidente Dilma Rousseff (PT) para o Governo Estadual e a Prefeitura do Recife.

“A gente não pode ficar refém. O nosso posicionamento político não pode ser refém dos posicionamentos administrativos. Você não pode negar a importância de um Estado como Pernambuco. Além do que, a presidente Dilma teve uma votação expressiva, e não apenas uma votação expressiva, teve uma votação de 70% do eleitorado de Pernambuco. E outra coisa, não se retalia governante. Você não tá retaliando o governador, os parlamentares, está retaliando a população. E essa população que confiou no Governo Federal”, declarou a parlamentar.

UCHOA DIZ QUE ALEPE NÃO TERÁ GASTOS COM NOVOS CARGOS


Publicado por Márcio Didier


(Foto: Leo Motta)

Governador em exercício, o deputado estadual Guilherme Uchoa (PDT) afirmou que a possível criação de quatro cargos de suplentes para os membros da Mesa Diretora não vai aumentar as despesas da Assembleia Legislativa do Estado (Alepe). De acordo com o pedetista, a Casa Legislativa não possui um número suficiente de parlamentares para ocuparem as novas funções.

“Isso não implica em maiores despesas. Em maiores gastos. E talvez, pela composição da Assembleia, não vai ter pessoas para ocupar esses cargos. Temos Comissões Permanentes e outras funções para os deputados ocuparem. Não vai ter lugar para nenhum suplente da Mesa Diretora”, garantiu o parlamentar, em entrevista ao programa Frente a Frente, nesta quarta-feira (29).

A proposta – que é do 4º secretário da Alepe, Eriberto Medeiros (PTC) – foi retirada de pauta da sessão da última terça-feira (28). Se os cargos forem criados, os suplentes eles receberão um reforço de 70% sobre a verba que já embolsam por gabinete. Por já contarem com a quantia de R$ 70 mil, o acréscimo seria então de R$ 49 mil.

“Não nós estamos inventando, estamos copiando. Já existe em outras Assembleias Legislativas. Retiramos de pauta para discutir com maior análise”, afirmou Uchoa.

Uma das indagações que podem ser feitas sobre as declarações do líder da Assembleia é: Se não tem número suficiente para ocupar o cargo para que criar então?

LOSSIO DISCUTE COM TEMER DESAFIOS DA GESTÃO


Publicado por Branca Alves


Peemedebistas conversaram sobre os desafios da gestão de Dilma para os próximos quatro anos (Foto: Divulgação)

Em encontro em Brasília, nesta quarta-feira (29), o prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PMDB), ouviu do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), os desafios da gestão da presidente Dilma Rousseff (PT) para os próximos quatro anos. A petista foi reeleita no último domingo (26), com 51,64% dos votos válidos.

Lossio, que é dissidente do partido no apoio a Dilma em Pernambuco, ouviu de Temer o compromisso do Governo Federal de continuar com ações que promovam o desenvolvimento de Petrolina.

PROJETO PARA CONTER VIOLÊNCIA NO FUTEBOL SERÁ VOTADO NA ALEPE

por Júlio Cirne


Foto: Joã Bita/Alepe

O Projeto de Lei de número 1998/2014, de autoria do deputado estadual Rodrigo Novaes (PSD), foi apresentado nessa quarta-feira (29) na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O PL apresenta medidas para acabar com a violência no futebol em Pernambuco através de iniciativas preventivas.

De acordo com o texto, as empresas de ônibus serão obrigadas a formular uma lista de passageiros que será entregue à Polícia Militar antes das viagens que levam os torcedores aos estádios de futebol.

A lista deve informar os horários de chegada e saída dessas linhas de ônibus para que a PM possa identificar previamente os torcedores, atuando com medidas preventivas que visam evitar possíveis atos de vandalismo.

“O projeto ajudará a conter a violência nos estádios, já que a polícia poderá identificar aqueles que se envolveram em confusões e evitar o conflito entre as torcidas organizadas”, disse o autor do PL.

O Projeto já foi aprovado na Comissão de justiça da Casa e em breve deverá ser votado em Plenária.

PSB SE DIVIDE EM TRÊS CORRENTES EM RELAÇÃO AO GOVERNO DILMA

 por Inaldo Sampaio


Não há unidade no PSB em relação à maneira como o partido deverá relacionar-se com a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT).

Três correntes são visíveis. A primeira, liderada pelo presidente do partido, Carlos Siqueira, defende que ele fique “independente”, ou seja, nem alinhamento automático com o governo nem oposição sistemática como fazem o PSDB, o PPS e o DEM.

A segunda, liderada pelo ex-vice de Marina, Beto Albuquerque, quer o partido na oposição. E a terceira, liderada pelo governador reeleito da Paraíba, Ricardo Coutinho, quer o partido apoiando Dilma.

No Recife, o prefeito Geraldo Júlio defende que o partido faça uma “oposição responsável” ao governo federal.

Disse ele: “Já decidimos que vamos ficar fora do governo e fazer oposição responsável. Quando a gente saiu do governo, foi para ter independência, para discutir os assuntos que achávamos importantes para o país e para apresentar um novo projeto para o Brasil. Infelizmente aconteceu a tragédia com Eduardo Campos e seguimos o caminho que tivemos que seguir. Colocamos o país no debate e o resultado apertado das urnas mostrou que os brasileiros querem mudança”.

O prefeito afirma que obras de sua gestão como a construção do Hospital da Mulher e a conclusão da Via Mangue estão paralisadas por falta de recursos do governo federal. Mas não acredita em retaliação.

Disse ele: “Temos obras de infraestrutura muito importantes que estão paradas. Mas não acredito em retaliação porque o que está acontecendo com o Recife acontece também com outras capitais. Não quero acreditar em perseguição eleitoral porque o ano fiscal de 2014 foi difícil para o governo e 2015 será pior ainda”.

RENAN PREVÊ DERROTA NO SENADO DO DECRETO QUE PREVÊ A CRIAÇÃO DOS CONSELHOS POPULARES

 por Inaldo Sampaio


O presidente do Senado, Renan Calheiros (PDMB-AL), previu nesta quarta-feira (29) a rejeição pela maioria da Casa do decreto presidencial que cria os conselhos populares para assessorar a Presidência da República na definição de políticas públicas.

Segundo ele, “já havia um quadro de insatisfação (na Casa) com relação a essa matéria. Ela ser derrubada na Câmara não surpreendeu, da mesma forma que não surpreenderá se for derrubada também no Senado”, afirmou.

A derrota na Câmara na noite da última terça-feira foi definida pelo secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, como “vitória de Pirro”, uma vez que teria contribuído para isto o próprio presidente da Casa, Henrique Alves (PMDB), chateado porque o ex-presidente Lula fez uma gravação para Robinson Faria (PSD) que o derrotou na eleição para o governo do Rio Grande do Norte.

Gilberto Carvalho disse o seguinte: “Nada mais anacrônico, contra os ventos da história, nada mais do que uma tentativa triste de se colocar contra uma vontade irreversível do povo brasileiro, que é de participação”.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

TAQUARITINGA SAÚDE URGENTE: DIRETO DO FACEBOOK A PALAVRA DE QUEM SABE E VIVE O MOMENTO ATUAL


Kátia Prazim

Infelizmente como funcionária pública, prestes a completar 30 anos de serviço, nada tenho a comemorar. Trabalhando no HGSPS em Taquaritinga do Norte todo esse tempo, lembrar dos tempos em que atendíamos cerca de 18 Municípios vizinhos entre PE e PB, onde o Hospital servia de referência em estrutura e equipamentos e hoje nos deparar com essa situação de abandono, falta de medicamentos básicos, enfermarias vazias,estrutura precária, culminando com os constantes atrasos nos vencimentos de funcionários, inclusive nós Médicos, que mais uma vez dentre tantas outras , acumula-se dois meses sem receber. Diante dessa situação como funcionária pública realmente nada tenho a comemorar.

JANIO ARRUDA REBATE O PREFEITO no que disse na reportagem "ILHA TUCANA""



Nós não queremos tirar o mérito de ninguém, nem precisamos, a sabedoria e o voto soberano do povo de Taquartinga está acima de qualquer ilação do prefeito do município, no que se refere a votação obtida por Aécio Neves no segundo turno das eleições presidenciais na Dália da Serra.
O prefeito com seu jeito de Ditador de tratar o povo de nossa terra, quer se arvorar no direito de ser o dono do voto do nosso povo. É preciso lembrar ao prefeito, num momento que ele esteja sóbrio, que Jânio Arruda, os Vereadores Cinthia, João da Banda, Demar e lideranças políticas que compõem o grupo de oposição, no município, tem uma linha de votação para Presidente da República histórica, nos candidatos 45 do PSDB, foi assim duas em FHC, em ALCKMIN, duas vezes em SERRA e agora em AÉCIO nessas eleições, em todas, exceto a última, o prefeito e seu grupo votaram contra e fizeram campanha, nem por isso estamos dizendo que somos donos dos votos que o povo deu a AÉCIO NEVES, porém fica claro que os eleitores do AZUL votaram em AÉCIO, fica claro também para os observadores locais, que o povo de Taquaritinga deseja mudança, que a determinação do grupo Boca Preta de fazer campanha e pedir votos para Aécio, teve sim e bem claro, influência na vitória única de Aécio em Pernambuco. O prefeito ouviu o galo cantar e não sabe onde, e mais uma vez,  faz propaganda enganosa para população querendo ser o todo poderoso, vamos ver se ele tem coragem de ir as ruas em 2016 com uma candidata ou candidato da sua assessoria, onde a população vai ter condição de discutir as mazelas do modo de administrar que ele implantou no município.

'NÓS NÃO VAMOS DESISTIR NUNCA DE TAQUARITINGA, VIVA O NOSSO POVO"! 
Jânio Arruda.

NA ILHA TUCANA, TODOS QUEREM SER PAI E BOLSA NÃO PESOU



Taquaritinga do Norte, a 164 km do Recife.

Classificada como uma “ilha tucana” num Estado em que 184 dos 185 municípios deram de forma esmagadora a vitória a Dilma, Taquaritinga do Norte, a 164 km do Recife, no Agreste Setentrional, precisa urgentemente de um estudo sociológico para identificar as razões que influenciaram a maioria do seu eleitorado – 51,52% - a optar pela candidatura de Aécio Neves ao Palácio do Planalto.

Entre os aliados tucanos, todos puxam a sardinha para a sua brasa. O prefeito Evilázio Araújo (PSB) diz que houve uma transferência voluntária dos votos de Marina Silva (PSB) para Aécio pela força que detinha o ex-governador Eduardo Campos no município. “No primeiro turno, Aécio só teve aqui 1.876 votos, ficando em terceiro. No segundo, foi o primeiro, com 7.340 votos, quase a mesma votação de Marina”, diz.

O prefeito classifica como uma piada de mau gosto o seu principal adversário, Jânio Arruda, vereador pelo PSD, assumir a paternidade da vitória no município. Araújo diz que para se explicar uma eleição qualquer pessoa é obrigada a recorrer a números. Sendo assim, ele toma como parâmetro a eleição de primeiro turno.

Na eleição para governador, Paulo Câmara (PSB) teve 6,4 mil votos, Fernando Bezerra se elegeu senador com 6,1 mil votos e Marina teve 6,4 mil votos. “Na eleição proporcional, o deputado federal Bruno Araújo, apoiado por mim, teve 3.370 votos, enquanto André de Paula, apoiado pelo meu adversário, teve 1.450. Quem transferiu mais votos?” A pergunta é do prefeito endereçada a Jânio Arruda.




Vereadores que apoiaram Aécio no segundo turno em Taquaritinga.

O vereador Jânio Arruda afirma que o prefeito blefa, o acusa de não ter feito sequer um porta a porta para eleger Aécio Neves em Taquaritinga. “Ele deu maior percentual de votos aos seus proporcionais usando a máquina, mas essa transferência que ele diz ser automática não existiu. Quem fez campanha aqui fomos nós”, desabafou, referindo-se também aos vereadores João da Banda, Edmar Pequeno e Cíntia Gonçalves, todos do PSDB.

“Fomos nós que saímos às ruas, montamos o comitê e trabalhamos fortemente para eleger Aécio”, acrescenta Jânio. Segundo ele, o prefeito mente quando diz que a transferência de votos para o tucano se deu também pela aprovação da sua gestão. “Ele faz uma péssima administração. O hospital daqui, por exemplo, está ameaçado de ser fechado”, afirmou.


Jakcivan Ferreira votou em Aécio porque quer o fim da corrupção.

Brigas à parte, numa simples caminhada pela cidade dá para sentir um pouco o termômetro da eleição. O jovem Jakcivan Ferreira, de 22 anos, assume que votou em Aécio, mas não por ter sido influenciado por político A ou B. “Meu voto em Aécio foi pelo fim das coisas erradas, a corrupção”, afirmou.


Valter Silva votou em Aécio acreditando na mudança.

Já o guarda municipal Valter Silva, 63 anos, diz que Taquaritinga do Norte deu um voto de confiança em Aécio em busca de mudanças. Ele diz que os políticos do município, como o prefeito, se envolveram na eleição e isso pode ter levado o tucano à vitória. “Dilma poderia até ter vencido a eleição aqui, porque há feitos do Governo, que só está ruim porque não cuida da saúde”, observa.

No estudo que alguém se proponha a fazer em Taquaritinga do Norte, que tem uma população estimada em 27 mil habitantes e que enfrenta os mesmos problemas dos demais grotões do semiárido, há de se constatar, também, que o programa Bolsa Família não exerceu influência no eleitorado tão forte para dar a vitória a Dilma. E não foi por ter um contingente pequeno de beneficiários.

Segundo dados oficiais da Prefeitura, existem mais de cinco mil famílias beneficiadas. “Aqui, a bolsa não funcionou. O que funcionou foi a vontade do povo”, interpreta o radialista Paulo Sobral, que pilota o programa de maior audiência na cidade pela rádio Farol, de meio dia às duas da tarde. Segundo ele, os políticos mentem quando querem se apoderar da vitória. “Aqui, houve uma onda de mudança. Só isso”, afirmou. Administrativamente, o município é composto pelo distrito-sede, Gravatá do Ibiapina e Pão de Açúcar e pelos povoados de Vila do Socorro, Jerimum, Mateus Vieira e Algodão. Destes, o único em que Dilma se saiu vitoriosa foi Pão de Açúcar, com 200 votos de frente. Taquaritinga é conhecida como a "Dália da Serra", por apresentar muitos exemplares desta flor em suas praças.




Comitê tucano em Taquaritinga do Norte.

Considerando sua baixa latitude, possui um clima relativamente ameno, com temperatura suavizada pela altitude. A temperatura média anual é de dezoito graus Celsius. A cidade nasceu em meados do século XVIII. No início do século XIX, era um lugar já populoso, formado por terras pertencentes a dona Maria Ferraz de Brito, a qual dividiu sua propriedade em lotes, o que deu lugar ao desenvolvimento da povoação.

Por conta da Lei Provincial 1 895, de 10 de maio de 1887, a sede municipal foi elevada à categoria de cidade. Todo ano, no dia 10 de maio, Taquaritinga comemora a sua emancipação política. Para chegar a Taquaritinga do Norte, o visitante precisa subir a Serra da Taquara. Lá no alto, encontra-se o município.

O clima ameno predomina durante todo o ano, porém, no verão, as temperaturas, durante o dia, são bem altas e à noite, ficam na média dos vinte graus Celsius. No inverno, a temperatura ao dia dificilmente ultrapassa os 25°C e, à noite, está quase sempre abaixo dos 18ºC, chegando, em raras ocasiões, a pouco mais de 10ºC.

Em pontos como a Rampa do Pepê, por exemplo, localizada a uma altitude de 1.200 metros, com um desnível à frente de mais de 590 metros, a temperatura, durante a madrugada dos meses mais frios, pode, em algumas raras ocasiões, chegar a menos de dez graus Celsius.

DO BLOG DE MAGNO MARTINS.

ANIVERSARIANTE DO DIA

Hoje é o aniversário de um grande amigo e colaborador, MIRINDA, que está se restabelecendo de um problema de saúde. Nossa homenagem e o desejo de pleno restabelecimento.

FESTA DO SANTO PADROEIRO DA COMUNIDADE DO OITI EM TAQUARITINGA DO NORTE

DOMINGO PASSADO DIA 26 DE OUTUBRO,  FOI REALIZADA A FESTA DO PADROEIRO DA COMUNIDADE DE OITI, MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA DO NORTE, COM ORGANIZAÇÃO DO LÍDER BILA LAGE, ENCERRAMENTO FOI PRESIDIDO PELO PADRE ROQUE DA PARÓQUIA DE TORITAMA, FIÉS DA IGREJA CATÓLICA COMPARECERAM E PARTICIPARAM COM GRANDE NÚMERO DE PESSOAS DAQUELA COMUNIDADE. MESMO SENDO DIA DAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS, SEGUNDO TURNO, MUITOS FORAM PRESTIGIAR O PADROEIRO SANTO ANTONIO DE SANTANA GALVÃO (O FREI GALVÃO). PRESENTE TAMBÉM JÂNIO ARRUDA E BORGES!